domingo, 7 de fevereiro de 2010

Teste de HIV: Seu Carnaval pode terminar aí

Antes mesmo de começar a festa de Momo, já anteciparam ao Carnaval as ocorrências inusitadas que lhe são peculiares, como as irreverentes fantasias dos criativos foliões. A prefeitura anunciou na última semana que, durante a folia, ficará montado no Pelourinho, das 9h às 17h, de quinta-feira a sábado de Carnaval, um posto de saúde onde serão realizados testes de HIV e sífilis, cujos resultados saem em poucos minutos. A ação tem por objetivo conscientizar a população a realizar os exames de forma espontânea e imediata.

O projeto, com parceria do Ministério da Saúde, através da campanha do Departamento Nacional de DST/Aids, tem o sugestivo nome de "Fique Sabendo".  É no mínimo curioso o indivíduo  dar um tempo na algazarra momesca para saber, entre uma cerveja e outra, ou quem sabe entre uma "trepada" e outra, se está com a ficha limpa. A depender do resultado, a folia acaba ali mesmo: "Senhor, fique sabendo, o senhor é soropositivo". Fico imaginando uma notícia dessas em pleno Carnaval. 

A depender do teor alcoólico, ou mesmo do preparo psicológico para de uma festa entrar numa tragédia, a campanha  pode desencandear um revés, já que, segundo alguns,  na terrinha o ano só começa depois do Carnaval. Todas as obrigações ficam suspensas, imagine iniciar um tratamento contra, fique sabendo, contra a Aids.   

É isso aí, parafraseando Macaco Simões, esse é o Carnaval da piada pronta. Mas não esqueça de usar camisinha e, se por ventura, quiser conferir sua saúde sexual, vá até o 19º Centro de Saúde, no Pelourinho. A partir da adolescência, qualquer pessoa pode realizar o teste. Em caso de positivo,  haverá encaminhamento para serviço especializado. O acompanhamento e o tratamento poderão ser realizados nos serviços do SUS gratuitamente. A expectativa da prefeitura é de atender aproximadamente a 400 pessoas.

Um comentário:

Ministério da saúde disse...

A melhor prevenção é a informação. Por isso, o Ministério da Saúde lançou a Campanha Use Sempre, para informar as pessoas sobre as medidas para prevenir as DST/Aids. Não podemos vacilar. É preciso, além de usar camisinha, ajudar a disseminar importantes informações sobre assunto. E você, por meio do seu blog, pode nos ajudar nesta tarefa. Podemos contribuir em sua página, com informações, vídeos e outros materiais.

Para mais informações Fernanda.scavacini@saude.gov.br